sexta-feira, 2 de abril de 2010

Trânsito cortado na rua da inspiração




Soube hoje que a inspiração é uma mulher, de 33 anos,
sem os documentos em dia, uma cidadã estrangeira
e intempestiva num país pouco adoptivo como o meu
de origem, um enclave entre a poesia e a cegueira
uma princesa das que vivem apenas das revistas
uma actriz secundária numa colónia de cépticos.

Soube hoje que a inspiração é uma fada
com HIV positivo e com o fato de trabalho
coberto de manchas de corrector
e úlceras de pressão.

Antes que o locutor passasse à próxima notícia,
soube isto ainda:
que a cidade deprime estas dependências
fictícias, rebaixa-as até ficarem afónicas
e pedestres.

E depois, fá-las acreditar em desacreditar.

2 comentários:

  1. Mais um muito bom!

    A inspiração está em todo o lado.

    Ass: Pedro_GMP

    ResponderEliminar
  2. Gostei muito deste.

    ResponderEliminar